O que Fazer com os Brinquedos Velhos das Crianças

Sabe aquele brinquedo que as crianças já deixaram de lado e não usam mais? É normal que com o crescimento e a mudança de fase, diversos itens sejam deixados de lado por alguns, ainda mais nos casos em que a idade já está próxima da adolescência. Mas você já se perguntou o que deve ser feito com esses brinquedos que não estão sendo utilizados?

Existem diversas ações que podem ser realizadas e tudo vai depender da sua vontade e do que você acha que pode ser feiro com cada um deles. Para te ajudar com essa seleção, separamos algumas dicas que fazem a diferença. Aproveite para conferir o conteúdo completo e veja mais

Faça uma doação

A primeira opção é buscar por instituições e órgão que aceitam doações e que podem fazer o repasse desses itens para crianças e jovens. Existem diversos tipos de instituições que atuam com essa modalidade de trabalho e você pode escolher aquela que achar melhor.

Aproveite para conversar com a pessoa responsável e pergunte mais sobre o processo de entrega, como é feita essa seleção e quais crianças são beneficiadas. Dependendo da instituição, você pode acompanhar essa entrega, vendo com os próprios olhos a alegria daqueles que estavam desejando um brinquedo.

Esse é um momento muito especial e que pode significar muito para aqueles que ainda não tiveram o privilégio de comprar os brinquedos que queriam.

Aproveite para presentear aqueles que não tem

Antes de escolher a instituição ou até mesmo o local que será beneficiado com os brinquedos, aproveite para levar em consideração aqueles que precisam de ajuda e que não conseguem ter os brinquedos. É fato que diversas pessoas sobrevivem em um estado crítico de vulnerabilidade e pobreza, mas um brinquedo pode ser a alegria das crianças.

Leve em consideração a qualidade de vida e a falta de acesso de tantos pequenos que estão por aí sem poder brincar e se divertir. Acredite: esse detalhe faz toda a diferença.

Distribua em bairros carentes

Se você não conhece nenhuma instituição ou deseja fazer essa entrega por conta própria, o primeiro passo é escolher um bairro ou até mesmo uma vila. Aproveite para pensar nos locais que fazem parte da sua cidade e que precisam de uma atenção e cuidado maior.

Separe um dia da semana para visitar esse local e comece a fazer a entrega paras as crianças, avaliando o que será dado e qual é a idade de cada um que vai receber- para não correr o riso de dar para um deles algo que não está de acordo com a classificação indicava.

Dê para quem está ao redor

Outra opção é doar esses brinquedos para outras crianças que estão ao redor e que fazem parte do círculo de amizade dos pequenos. Essa também é uma forma de garantir que aquele item será usado por muito anos e que outros coleguinhas vão se divertir com aquilo que já não serve mais para alguns.

Assim é mais fácil ajudar quem está com você e quem merece.

Decoração para Consultórios. Tudo o que você Precisa Saber

Conhecido por ser um espaço em que muitas pessoas passam, todos os dias, em diversas situações e circunstâncias diferentes, um consultório precisa estar de acordo com o que é esperado pelas pessoas e pacientes. Portanto, cada detalhe desse espaço é fundamental para aproximar aqueles que estão buscando uma forma de cuidado, levando em consideração cada detalhe que pode contribuir com a proximidade e sensação de pertencimento.

Sabemos que esse passo a passo de pensar na decoração e em todos os itens que devem estar expostos pode gerar confusão e até mesmo uma certa dificuldade para aqueles que não possuem afinidade com o tema. Por isso, separamos algumas dicas que podem ser aplicadas nesse espaço e que vão melhorar a relação com os pacientes tem com o consultório.

Quer saber mais? Então aproveite para conferir o conteúdo completo!

Pense bem nas cores

O primeiro passo é pensar nas cores que serão utilizadas, sempre em busca dos tons que podem trazer harmonia e a sensação de cuidado que o ambiente precisa passar. Isso quer dizer que os tons mais fortes e escuros, como o preto, por exemplo, precisam ser evitados. Uma boa dica é pensar nas cores que você utiliza no logo da empresa e tentar destacar os tons na sua decoração.

Cores como o branco, azul e até mesmo o verde estão sempre relacionados com a questão da saúde e podem transmitir calma e serenidade para quem está aguardando. Essa é uma opção valiosa e que pode fazer a diferença na percepção do paciente.

O menos é mais

Se você é daquelas pessoas que adoram colocar um tanto de enfeites em diversos locais, a nossa dica é para que você tenha cuidado. Isso porque a ideia pode contribuir com uma sensação errada, deixando o paciente com vontade de sair do local!

Isso porque aquele monte de informação pode deixar diversas pessoas confusas, sem saber ao certo o qual é a mensagem que está sendo repassada. Aproveite para avaliar como está a decoração do espaço. No caso em que existirem muitas informações, aproveite para se desfazer de alguns itens e reorganizar tudo como deve estar. Você vai perceber como esse simples ato pode fazer a diferença no seu dia a dia e na rotina daqueles que estão ao seu lado.

Sensação de conforto

O importante é que as pessoas possam sentir aquela sensação de conforto, como se estivessem sendo abraçadas pelo seu espaço, certo? É claro que essa sensação não é tão fácil e o segredo está nos objetivos, cores e mensagens que serão transmitidas.

Aproveite para pensar como você se sentiria estando nesse lugar e veja o que pode ser mudado para deixar o ambiente apropriado para as pessoas que vão entrar. Assim será mais fácil manter uma comunicação pessoal com aqueles que acreditam no seu trabalho.

Invista tempo e dinheiro naquilo que pode te aproximar dos clientes, compreendendo que o seu espaço diz muito sobre você e as formas que você deseja atender o próximo! Continue acompanhando o nosso blog e veja mais dicas como essas!

Brincadeiras para as Crianças na Festa Junina

Com a passagem do outono para o inverno no hemisfério sul, temos a chegada do mês de junho e com ele as tradicionais festas juninas que ocorrem de diferentes maneiras e em inúmeras localidades do Brasil.

A festa cultural é cheia de simbolismos, músicas, danças e comidas típicas que dão água na boca!

Para as crianças, essa data ganha uma importância ainda maior em suas rotinas, geralmente sendo ofertadas nas escolas, gerando muitas expectativas pela festividade e, em especial, pelas brincadeiras de festa junina.

A importância das brincadeiras de festa junina na rotina das crianças

As brincadeiras de festa junina são também tradições culturais onde as crianças têm acesso a um espaço para desenvolverem a socialização e adquirirem conhecimentos sobre as próprias tradições de seu povo.

Por essa razão, é importante que as crianças participem das brincadeiras de festa junina e tenham essa interação como parte de suas rotinas.

Isso ajuda no desenvolvimento cultural do aprendizado e nas relações dos pequenos com os outros. Desta forma, separamos 3 ideias de brincadeiras típicas de festa junina que podem ser realizadas com as crianças. Acompanhe:

Dança das Cadeiras

Uma das brincadeiras mais divertidas das festas juninas é a famosa “dança das cadeiras”.

Nesta modalidade de brincadeira é montada uma roda de cadeiras tendo um assento a menos que o número de crianças participantes. As crianças devem andar em volta do círculo de cadeiras enquanto uma música toca.

Em alguns momentos a música para de tocar e as crianças devem rapidamente buscar por um assento livre e sentar-se. Aquele que não conseguir achar um assento perde a brincadeira e quem conseguir um lugar para sentar até o final ganha.

Para desenvolver a atividade são necessárias somente algumas cadeiras e que alguém fique responsável pelo som.

Pescaria

Nesta brincadeira é necessário que haja um grande recipiente com água ou areia, como uma piscina de plástico ou caixa, para que sejam colocados peixinhos artificiais, que podem ser feitos de material reciclável.

Também é preciso uma vara de pescaria, que pode ser feita de bambu.

A ideia aqui é que em cada peixe seja colocado um ganchinho, para eles que possam ser pescados, e um número que corresponda a um prêmio.

Assim, as crianças devem pescar os peixes para ganhar os prêmios ofertados.

Correio elegante

Uma das mais tradicionais brincadeiras de festa junina é o correio elegante.

Nesta brincadeira as crianças podem enviar mensagens afetivas para os seus amigos e familiares, fazendo-lhes uma surpresa divertida.

Para isso é preciso que hajam bilhetes decorados e canetas para que as mensagens possam ser escritas, esses bilhetes podem também ser feitos pelas crianças com antecedência, de modo a estimular a criatividade.

Também é necessária a participação de um “pombo correio”, que nada mais é que a pessoa que ficará responsável por entregar as mensagens aos participantes.

Essa brincadeira festiva além de ser muito simples de ser realizada, também é divertida tanto para quem envia a mensagem como para quem recebe.

Gostou das nossas dicas? Não deixe de visitar nossas redes sociais e conhecer nossa linha de produtos escolares!

As Principais Áreas de Atuação para um Dentista Recém Formado

Receber o diploma é apenas o primeiro passo na carreira do dentista recém-formado. A partir daí, começa o desafio de se inserir no mercado e conquistar o desenvolvimento na profissão. Esse início nem sempre é fácil para os novatos.

Há algumas áreas de atuação que podem ser boas portas de entrada para os dentistas recém-formados. Porém, é necessário que o profissional avalie seu perfil para ajudá-lo nas tomadas de decisão que deve fazer para guiar o futuro.

Acabou de se formar em odontologia e está à procura de áreas para iniciar sua atividade profissional? Confira no artigo e veja por onde você pode começar.

Boa leitura!

Busque uma clínica

O ingresso em uma clínica existente depende da compatibilidade entre seu perfil profissional e as exigências da vaga. Uma vez contratado, a atuação é mais fácil, pois ela já dispõe de clientes de convênios ou atendimentos particulares, o que dispensa a busca do recém-formado por um rol de clientes.

Algumas clínicas, principalmente as que atendem convênios, costumam pagar pouco aos profissionais, porém a demanda é alta e o dentista tem a oportunidade de fazer um alto número de atendimentos e adquirir experiência.

Pode ser cansativo atender muitas pessoas por um valor aquém de suas expectativas, mas se a prioridade é ver uma diversidade de casos, esse pode ser o lugar oportuno para colocar seu conhecimento acadêmico em prática.

Abra um consultório particular

Para quem tem o sonho de abrir o próprio consultório o desafio pode ser um pouco maior, porém, se a condução do negócio for feita de maneira adequada, as oportunidades de retorno financeiro são muito maiores do que numa clínica.

É preciso considerar a necessidade de investir um alto valor inicial em equipamentos, aluguel do imóvel e contas de água, luz e internet, além de remuneração, caso queira contar com o suporte de um auxiliar desde o início.

O recém-formado precisa investir em conhecimentos administrativos e operacionais, afinal, é o proprietário e gestor do próprio negócio. Além disso, deve trabalhar na divulgação de seu trabalho para conquistar e reter clientes.

Ingresse numa franquia

Tem crescido o número de franquias odontológicas no Brasil. Elas consistem numa boa oportunidade para os dentistas recém-formados ingressarem no mercado, pois já contam com uma marca consolidada e clientela formada.

O investimento é mais seguro, pois é feito um contrato que permite a utilização por um determinado período de uma marca de renome no mercado. O dono da marca oferece auxílio em gestão, montagem do consultório e treinamento.

Numa franquia, o modelo de negócios é entregue pronto para o franqueado, portanto, não há espaço para grandes inovações própria. Por outro lado, é um empreendimento mais seguro devido ao suporte e marca que atrai pacientes.

Tente um concurso público

Essa é a opção com maior estabilidade financeira, porém, a mais difícil, afinal, há centenas ou milhares de pessoas concorrendo pela mesma vaga. Você pode estudar muito, mas seus adversários podem possuir a mesma dedicação.

O recém-formado pode atuar em alguns períodos numa clínica para ganhar experiência e ter alguma remuneração e, ao mesmo tempo, aproveitar dias ou períodos livres para estudar para os concursos que são ofertados em editais.

Fique atento à divulgação das vagas. Quanto mais cedo souber do concurso, mais tempo há para estudar. Existem oportunidades em outros estados ou cidades. O candidato precisa avaliar seu interesse em mudar de domicílio.

Saiba mais

Acesse o site e conheça nossa linhas de produtos escolares.

Curiosidades sobre a Festa Junina

A Festa Junina é o evento mais comemorado no país depois do Carnaval. Ela acontece no mês de junho no Brasil inteiro.

Em cada cantinho do Brasil, as festas juninas ganham um colorido diferente, de Norte a Sul vemos diversificadas comemorações. Continue a leitura e descubra como surgiu essa festa típica brasileira e as curiosidades dessa celebração.

História da Festa Junina

Sua origem se deu no continente Europeu, na França. Os homens que moravam no campo, costumavam queimar madeiras e ramagens para atrair boa sorte e espantar as pragas da lavoura.

Eles acreditavam que isso atraia a chance de boas colheitas e essa tradição era vista como celebração pela fertilidade da terra.

Além disso, essa celebração marcava um momento importante para os negócios, apenas quando a fogueira era acesa, que se podia iniciar os acordos de venda de terra e recrutar camponeses para a lavoura, obtendo proteção para a plantação.

Para completar a festividade, era oferecido um grande banquete que representava a fartura da colheita.

Foi em Portugal que essas tradições receberam uma nova roupagem, sendo atribuídas a São João, passando a ser chamada de Festa Joanina, e quando os portugueses chegaram ao Brasil, trouxeram consigo essa festa.

Ao se estabelecerem por aqui, os portugueses descobriram que os indígenas também realizavam festas de celebração da agricultura no mês de junho, com cantos, dança e comida.

Com o tempo, a festa portuguesa foi incorporando os costumes indígenas e costumes africanos (trazidos pelos escravizados), além de aderirem hábitos de outros povos colonizadores como os franceses e os espanhóis.

Foram muitas adaptações até chegar à festa que celebramos hoje, com bastante dança, comida, decorações e música, tornando-se assim uma festa tipicamente brasileira.

Costumes da Festa Junina

Os primeiros registros de Festa Junina no Brasil foram feitos no século XVII. A festa está associada a três santos: São João, São Pedro e Santo Antônio.

Esse último santo é bastante solicitado nessa época do ano, as mulheres costumam amarrá-lo, colocá-lo de cabeça pra baixo e até afogá-lo para que ele arrume um pretendente para elas.

Outros costumes são:

• Saltar fogueiras;

• Dançar quadrilha;

• Soltar balões para agradecer aos santos pela realização de pedidos (isso foi proibido no Brasil por causa do risco de incêndio);

• Soltar fogos de artifício;

• Pendurar bandeirinhas;

• Brincadeira de pau de sebo, onde um prêmio é colocado no topo de um tronco escorregadio;

• Correio elegante;

• Estilos musicais: forró, baião e xote;

• Comidas típicas, tendo como base o milho: curau, canjica, pamonha, milho-cozido, bolo de milho.

Também é possível encontrar pé de moleque e paçoca.

Festa Junina em cada cantinho do país

Na região Norte, a festa tradicional é o Boi Bumbá. No Nordeste acontece a maior festa de São João do mundo, que chega a durar todo o mês de junho. Já na região Centro-Oeste eles dançam o Cururu, um desafio entre violeiros. Na região Sudeste, acontece as famosas quermesses, com barracas recheadas de comidas e brincadeiras típicas. No Sul não pode faltar a dança de fita.

Cada região celebra da sua maneira, mas o que essas festas têm em comum é a dança e a comida que não podem faltar.

Curiosidades

• A fogueira representa a chama da vida e a chegada de coisas boas. Cada santo tem uma fogueira: a de São João é no formato redondo, a de Santo Antônio tem o formato quadrado e a de São Pedro é triangular;

• A quadrilha surgiu na corte francesa e foi trazida para o Brasil pela corte brasileira que dançava em suas festas. Essa dança foi adaptada, adicionaram instrumentos brasileiros como acordeão e pandeiro e se transformou na dança que conhecemos hoje;

• É por causa de Santo Antônio que acontece o casamento na quadrilha, um dos momentos mais aguardados da festa.

• O casamento caipira é uma sátira dos casamentos tradicionais.

A noiva aparece grávida e seu pai obriga o noivo bêbado a se casar com ela. O noivo é arrastado para o altar com uma espingarda apontada na cabeça. Ele tenta fugir de todo o jeito, mas com a ajuda do delegado da cidade e do padre, o casamento acontece. Quando termina a cerimônia, os recém-casados puxam a quadrilha.

Agora que conhece um pouco das tradições, aproveite para curtir muito essa festa tão rica em costumes e história.

Dicas para ajudar seu filho com a lição de casa.

A educação é essencial para o nosso desenvolvimento. Quando se trata do aprendizado dos nossos filhos, precisamos estar atentos à melhor maneira de ajudá-los. Estudar em casa pode se tornar um desafio. Por isso, preparamos esse artigo para você aprender a ajudar seu filho com a lição de casa.

 

Os pais como apoiadores

Cabe aos responsáveis interagir de maneira que sua presença influencie seus filhos a dar o seu melhor ao fazer sua lição de casa.

Logo, é essencial que ocorra todo um planejamento em que você, pai ou mãe, esteja presente para amparar o estudante em momentos de dúvida, perda de foco ou até mesmo irritabilidade.

Para exemplificar, trouxemos algumas atitudes que podem ser aplicadas no dia a dia:

Leia as instruções da tarefa ou enunciados da questão para o seu filho

Através dessa medida, você se mostra comprometido com as possíveis dúvidas dele, além de prepará-lo para começar sua lição de casa. Mas não se esqueça, dar as respostas não é uma boa opção, pois impede que se esforce e busque por soluções.

  • Planeje com ele uma rotina de estudos
  • De acordo com as outras obrigações e sua disponibilidade, monte um planejamento para que ele estude nos horários mais propícios, garantindo uma maior produtividade.
  • Levar em consideração o que ele acha mais benéfico garante também que se sinta ouvido e motivado.

 

Entendendo as dificuldades e otimizando o processo de aprendizado

A lição de casa necessita de esforço e foco. Porém, muitas vezes estudantes podem se encontrar um pouco perdidos e sem vontade de cumprir com suas obrigações escolares.

Abaixo, citamos pra você algumas possibilidades que podem te auxiliar a melhorar o desempenho do seu filho:

Caso ele se frustre com questões incorretas, ajude-o a entender que está tudo bem em cometer erros, e que os mesmos fazem parte quando se estuda. Assim, ele desenvolverá compreensão e saberá lidar melhor com desafios.

Aplique diferentes métodos de estudo, pois pode ser uma boa tática para que ele aprenda mais em menos tempo.

Como exemplo, pode-se citar a utilização de mapas mentais, que consiste em quadros sobre determinado assunto com os pontos principais que devem ser estudados e memorizados.

Também é possível trabalhar com a técnica Pomodoro, que é baseada em intervalos de descanso entre o estudo de uma matéria.

Assim, seu filho tem um determinado tempo de pausa, permitindo que ele retome sua lição de casa mais focado.

 

Dando senso de responsabilidade para o seu filho.

Incluí-lo nas decisões a respeito de sua aprendizagem fará com que ele entenda a necessidade de agir com compromisso e se esforçar em tudo que lhe é proposto. A lição de casa é uma parte fundamental para gerar nele um senso de empenho.

Por isso, você deve apoiá-lo em todas as atividades de seus bimestres escolares, além de verificar se está cumprindo com seus horários em casa.

Perguntar regularmente o que ele vem aprendendo é uma maneira de fazê-lo entender que você está acompanhando seu estudo, e instigará a responsabilidade de estar sempre em dia com sua lição de casa para que possa responder tudo o que lhe for questionado.

Através dessas dicas você conseguirá exercer um papel de influência na educação do seu filho. Ele estará sendo constantemente motivado, e crescerá em um ambiente favorável ao seu desenvolvimento intelectual e social.

Os benefícios de estabelecer uma rotina para as crianças.

As crianças precisam da orientação dos adultos a cada minuto para que façam suas refeições, tomem banho, entre outras obrigações. Quando não há uma rotina estabelecida, essas ações se tornam momentos cada vez mais difíceis e desafiadores para os dois lados, pais e crianças. Veja os benefícios de estabelecer uma rotina, é só continuar a leitura!

 

Facilita os momentos de despedidas

Ao estabelecer uma rotina para as crianças você traz mais segurança para elas, porque já esperam a cada dia o que vai acontecer. Por exemplo, quando um dos pais sai de casa a despedida fica mais tranquila.

Evitamos a presença de choros exagerados, porque a criança já entende que aquilo acontece todos os dias, não precisa sair escondido. Um ritual para esse momento de despedida pode ser ainda mais reconfortante, tornar o momento até divertido.

 

Ajuda a compreender regras e horários

Os pequenos não entendem os seus deveres e não sabem a que horas eles acontecem, porque ainda não conhecem muito bem a noção de dias e horas. Então, criar uma rotina faz ela entender os acontecimentos pela sua sequência, como tomar banho, almoçar, ir dormir, enfim.

Dentro dessas ações pode ser interessante criar também outras sequências. Por exemplo, na hora de tomar banho criar o passo a passo para a criança já aprender não apenas que é o momento do banho, como também sua execução.

 

Traz mais responsabilidade

Nas fases em que as crianças conseguem ter melhor noção de horários é possível utilizar a rotina para trazer senso de responsabilidade. Eles conseguem aprender quais os momentos que devem fazer suas refeições, escovar os dentes, inclusive dar os primeiros passos para ajudar nas tarefas de casa.

Esse fator será crucial quando estiverem adolescentes, porque já compreendem e estão habituados a ser responsáveis por tarefas específicas. Invista em filhos organizados e responsáveis desde o começo.

 

Evita estresse para pais e filhos

Ser desorganizado pode tornar seu dia a dia uma verdadeira correria, adultos e crianças estressados na maior parte do tempo e chegando atrasados nos locais, por exemplo. Com isso, essas regras também servem para programar os momentos de brincadeiras, distinguindo daqueles onde é preciso cumprir obrigações.

Dessa forma, na hora de ir para a escola os atrasos não serão frequentes, afinal, o momento é programado e esperado pelos pequenos.

 

Colabora para mais tempo de qualidade em família

Uma rotina organizada te ajuda a identificar os horários em que é possível ter aquele tempo de qualidade em família, algo que enriquece o relacionamento. Pode ser ver um filme juntos, sair para comer, um passeio ao parque, enfim, que agrade a todos e os deixem ainda mais unidos.

Sem regras não há espaço para sair da rotina, afinal, ela não existe. Por isso, é mais fácil fazer as crianças entenderem momentos de descontração, lazer e de obrigações.

Ficou fácil de saber porque a rotina é tão interessante para as crianças, afinal, traz tantos benefícios tanto para os pequenos quanto para os pais. O segredo é começar a passos lentos, até que todos estejam acostumados, dando tempo para entender qual a melhor rotina para sua família.

 

Procure estabelecer primeiro horários para dormir e para as refeições, priorizando também a organização do ambiente para cada momento. Depois que tudo estiver alinhado não precisa ter excesso de rigor, pode apresentar flexibilidade, mas sempre deixando claro que é algo fora do planejado e permitido para as crianças.

A importância dos pais no desenvolvimento escolar dos filhos.

A importância dos pais no desenvolvimento escolar dos filhos é grande, pois a participação dos pais ou responsáveis é um ponto crucial para a formação de traços da personalidade e da capacidade de aprendizado.

Sendo assim, entender mais sobre esse assunto é essencial para que os pais e responsáveis tenham cada vez mais consciência e participação desse processo escolar.

 

Por que é importante a presença dos pais no desenvolvimento escolar dos filhos?

A presença dos pais ou responsáveis no desenvolvimento escolar dos filhos é algo de grande necessidade, pois o envolvimento deles faz com que os filhos consigam atingir maiores níveis de crescimento em muitos sentidos.

Quando a família presta atenção e se envolve nesse processo, os filhos se sentem valorizados e notam o interesse que os familiares estão demonstrando com relação a sua vida escolar.

Em razão disso, diversos benefícios são observados para os filhos, questão essas que são indispensáveis para que o desenvolvimento na escola seja o mais completo e saudável possível, o que reflete depois na vida adulta, acadêmica e profissional.

 

Ajuda na capacidade de motivação

Um dos principais pontos que advém do envolvimento familiar no desenvolvimento escolar dos filhos é a capacidade de motivação. Os alunos que sentem o envolvimento dos pais e que conseguem notar que o assunto é tratado com importância e relevância e que os pais estão realmente interessados, conseguem desenvolver a habilidade da automotivação.

Ter capacidade de motivação é essencial para que as atividades sejam realizadas, inclusive depois em outros momentos da vida.

 

Auxilia no entendimento do conteúdo

Além do que foi dito acima, a presença ativa dos pais no desenvolvimento escolar dos filhos também tem impacto na capacidade de entendimento do conteúdo que é abordado na escola.

Os alunos que têm o apoio familiar conseguem aproveitar muito mais os conteúdos ministrados em sala de aula, bem como conseguem ter uma compreensão maior de tudo que ensinado.

 

Desenvolvimento de autoestima

Outro fator muito importante que também está intimamente relacionado com a presença dos pais na educação escolar dos filhos é o desenvolvimento de autoestima.

Os filhos que possuem apoio dos pais nos aspectos escolares e que se sentem valorizados por isso, têm a tendência de serem alunos com melhor autoestima e com mais segurança, o que é importante para que consigam se desenvolver de forma adequada e ativa nas atividades.

 

Considerações finais

Sendo assim, tudo isso apenas afirma a questão de que o envolvimento de pais ou responsáveis no desenvolvimento dos alunos é algo indispensável. E os benefícios são notados desde as pequenas coisas como nas atividades e tarefas diárias, bem como na postura que os alunos possuem para executar as tarefas e no nível de compreensão dos conteúdos que são oferecidos.

 

Portanto, o trabalho em conjunto dos pais com a escola é fundamental e deve sempre ser estimulado e prezado para que os filhos consigam ter um desenvolvimento saudável e com bons resultados, algo que é importante não só para o período escolar, como para o crescimento e desenvolvimento pessoal dos filhos.

Gosto do nosso conteúdo? Então, aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e ajude outros pais com essas dicas!

5 aplicativos para estudantes de Odontologia.

Na era da tecnologia, o uso de ferramentas digitais tem se tornado cada vez mais comum. Mas engana-se quem pensa que esses recursos são úteis apenas para o lazer ou a comunicação. Muito pelo contrário, estão mais presentes do que nunca nas mais variadas áreas do conhecimento, dentre elas a odontologia.

Melhor ainda é que hoje os apps são poderosos aliados da formação técnica. Nesse sentido, estudantes de odontologia só têm a ganhar ao apostarem no uso de ferramentas digitais para trilharem o caminho do aprendizado.

Por isso, confira a seguir 5 aplicativos para estudantes de odontologia.

 

1. RaioXtudy

Disponível para celulares Android, o aplicativo RaioXtudy é uma excelente ferramenta para o estudo e interpretação de radiografias. Apresenta uma interface direta, organizada e funcional, com um extenso banco de dados separado nos seguintes tópicos: Patologia, Anatomia e Alterações Dentárias.

Além disso, o app traz descrições bastante detalhadas das imagens, tem uma área em que os usuários podem interagir e ainda oferece ao estudante de odontologia exercícios para testar e fixar os conhecimentos.

 

2. Odontologia Medicamentosa

Odontologia Medicamentosa é outro app disponível para dispositivos Android, incluindo tablets, com funcionamento off-line. É um aplicativo simples cujo objetivo é oferecer ao usuário uma relação com os medicamentos mais utilizados por profissionais da odontologia, como analgésicos, anestésicos, anti-inflamatórios, sedativos e antibióticos.

Outra função interessante dessa ferramenta é que ela permite calcular a dose dos medicamentos de acordo com o paciente. Além disso, o app apresenta protocolos de atendimento para pacientes diabéticos, hipertensos, asmáticos, nefropatas (doença do rim) e gestantes.

 

3. Dental Patient Education

Ao contrário dos apps anteriores, o Dental Patient Education está disponível apenas para dispositivos iOS, preferencialmente iPad. O aplicativo apresenta uma visão em 360 graus da cavidade bucal e de todos os seus detalhes, incluindo gengivas, dentes, tecidos, músculos, nervos e vasos sanguíneos.

O usuário também pode acessar animações de procedimentos odontológicos, todas com narrações de voz. Na versão gratuita do app, é possível visualizar 12 destas animações. Já a versão paga é mais completa, com quase 200 animações de diagnóstico, cirurgia oral, prótese, prevenção, dentre outros.

 

4. BoneBox – Dental Lite

Disponível tanto para Android quanto para iOS, o BoneBox – Dental Lite oferece ao usuário uma projeção da boca humana em três dimensões, bem semelhante à proposta do app anterior. A ferramenta traz modelos anatômicos bastante detalhados.

Além disso, o aplicativo oferece ao estudante de odontologia a possibilidade de fixar seus conhecimentos por meio de um quiz dos nomes dos dentes.

 

5. Dental Simulator

Dental Simulator pode ser baixado em dispositivos Android e no computador. A proposta do aplicativo é oferecer uma simulação da cavidade bucal para que o estudante possa praticar cirurgias e outros procedimentos odontológicos, sendo ao mesmo tempo instrutivo e divertido.

Para cada procedimento, o usuário pode acessar conteúdos teóricos, vídeos clínicos em pacientes reais e um vídeo de simulação no próprio app. Também pode treinar a técnica pelo modo transparência, o qual não está disponível no modo simulação para que se aproxime o máximo possível do procedimento real.

O aplicativo é gratuito, mas o usuário tem a opção de adquirir procedimentos específicos, como a anestesia do nervo alveolar inferior e a anestesia infiltrativa local.